CNH Digital

CNH-e: a inovação digital dos documentos no Brasil

A partir de Fevereiro de 2018 os brasileiros terão uma nova forma de apresentar a CNH. Foi aprovada, 25 de Julho de 2017, a CNH Digital que recebeu o nome de “CNH-e” pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) em uma nova Resolução Nº 684.

Com essa medida aprovada pelo Contran, os motoristas agora também têm a opção de apresentar a CNH Digital, que será chamada de “CNH-e”. Uma grande evolução para os brasileiros que estão acostumados a enfrentar grandes filas e muita burocracia para emissões desse documento.

Mas o que muda com o novo documento digital?

A maior vantagem é que todo o processo pode ser feito sem sair de casa. O cadastro deverá ser feito no Portal de Serviços do Denatran e, após o processo, basta assinar a solicitação com o seu certificado digital.

As pessoas físicas que já possuem o certificado para outras obrigações poderão utilizar o mesmo para esse serviço, como o caso de advogados, contadores, empresários, médicos, dentre outros. Já quem não possui o certificado poderá fazer o processo pelo Detran, como da CNH comum. A CNH-e será protegida por uma senha PIN e será identificada pelo QRCode ou certificado digital.

Outra grande vantagem é que caso você esqueça o documento físico em casa, a CNH-e estará no seu smartphone. Hoje, quem é flagrado sem a CNH impressa, é cometida infração leve: multa de R$ 88,38 mais três pontos na carteira. O sistema do Denatran ainda irá permitir o bloqueio da CNH-e, também com certificado, caso o smartphone seja perdido ou roubado.

O que você precisa saber sobre a CNH digital?

  • O documento impresso não perderá sua validade e não deixará de existir;
  • Com todos os processos de validação, será mais difícil a falsificação do documento;
  • Com certificação digital a CNH-e pode ser feita de qualquer lugar, até mesmo seu bloqueio;
  • Não será necessário internet caso tenha que apresentar a CNH digital.

No Portal Brasil, o Ministro das Cidades, Bruno Araújo destaca:

Estamos dando um passo à frente, desburocratizando o processo. Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito à multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital.

 

Você sabia que além disso, atualmente, muita coisa pode ser feita no mundo digital, através da certificação? Como assinar e enviar documentos digitais, realizar transações bancárias via internet, enviar declarações fiscais, emissão de nota fiscal eletrônica e muito mais.

Qual sua opinião sobre o assunto? Já está aguardando para fazer o novo documento? Comente!

Fonte: Portal Brasil