Contabilidade

Carteira de trabalho Digital: o que muda nos processos trabalhistas?

A nova carteira de trabalho digital está em vigor há quase dois meses e ainda gera dúvidas entre trabalhadores e empregadores. O que muda com o novo documento?
Assinada por Rogério Marinho a portaria que estabelece que a CTPS física permanece sendo válida. Porém as novas emissões de CTPS devem ser feitas eletronicamente de preferência, onde a única identificação será o número de inscrição do trabalhador no CPF.
Os trabalhadores podem habilitar o documento pelo site do governo ou baixar diretamente o aplicativo Carteira de Trabalho Digital e acompanhar todas as informações. Assim será unificada a forma como o governo vai receber as informações dos trabalhadores, como seus vínculos trabalhistas, contribuições para com a previdência e até mesmo as folhas de pagamento.
Um ponto a se pensar é se as obrigações trabalhistas serão respeitadas com a CTPS Digital. Com todos os processos sendo feitos agora de forma digital, é importante reafirmar para os mais conservadores que mesmo não tendo a notação na carteira física, não significa que o indivíduo está sofrendo um tipo de golpe. Cabe às empresas mostrarem aos colaboradores como serão feitos os novos processos e que a novidade veio para facilitar e agilizar ainda mais os trâmites do trabalho.
Vale lembrar que tendo todas as informações digitalmente, o trabalhador se assegura de não perder nenhuma informação, já que os dados estão armazenados na nuvem. O mesmo não acontece com a versão tradicional física da carteira de trabalho, onde o processo de uma nova via após a perda pode ser extremamente burocrático fazendo com que o trabalhador ainda tenha que ir até todas as empresas onde trabalhou para pegar novamente os vínculos em papel.
Carteira de trabalho Digital no eSocial
Para as empresas a grande ganha de tempo e desburocratização nos processos são vantagens fundamentalíssimas para o dia a dia. Um processo que antes poderia se perder cerca de 30% do tempo com os processos de admissão, por colaborador, tem ainda mais agilidade na integração com o eSocial. As informações lançadas no sistema sincronizam automaticamente para a carteira digital. Assim o tempo é otimizado e os processos acontecem de maneira muito mais rápida.

Leia também: Pacote Econômico de Paulo Guedes: o Simples Nacional será afetado?

 

Foto: Portal ESocial

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *